Mini Maker Faire Lisboa – parte II

Esta é a segunda publicação sobre a Lisbon Mini Maker Faire. Caso não tenham lido a parte I, cliquem aqui.

Lisbon Mini Maker Faire – Dia 1

Depois de uma noite quase em branco a dar alguns últimos retoques nos projectos e a encher uma caixa de arrumação com todos os componentes e ferramentas que pudessem fazer falta às 7 da manhã começou a tarefa de conseguir arrumar os projectos dentro dos porta bagagens dos carros. Alguns minutos depois e estavam dois carros cheios a caminho de Lisboa (alguns membros do eLab Hackerspace foram mais tarde). Um rádio intercomunicador em cada carro para o Hugo Santos ir mantendo o pessoal acordado, ao mesmo tempo que tentava oferecer uma ou duas bolachas de um carro para o outro atirando-as pela janela. Claro, não resultou.

Um café e umas horas depois estávamos finalmente a chegar ao Pavilhão do Conhecimento, a fazer o “check-in”, em que nos foram dados os Welcome Kits, que continham uma T-shirt da Lisbon Mini Maker Faire, uma pequena lanterna LED, uma fita métrica, uns cartões de visita e um kit DIY de um Arduino edição especial Lisbon Mini Maker Faire, cortesia da Inmotion.pt. A seguir tivemos de carregar os projectos para as bancas para acabar o que faltasse.

Lisbon Mini Maker Faire

Na TheMaker3 era preciso resolver o problema do LinuxCNC não estar a arrancar, e uma vez que tinha uns maus contactos no HacKeyboard para resolver dediquei-me a esses mesmos retoques enquanto o Fred Zabel e o Nelson Neves, que têm muito mais experiência em linux do que eu, se dedicaram a tentar resolver o problema e cerca de uma hora e meia depois já tinha o Linux CNC a funcionar e movimento no único eixo da máquina que tinha o driver montado (Obrigado Fred! Obrigado Nelson!). Não me lembro de qual era o problema ao certo mas se não me engano era algum módulo de linux que não estava a ser carregado naquela versão específica do Kernel e foi necessário recompilar o Machine Kit a partir do código fonte, algo assim. Com o problema do LinuxCNC resolvido, ainda deu tempo de ainda ligar um driver dos motores antes de arrumar tudo para ir jantar e rumar ao Hotel para um merecido descanso.

TheMaker3 CNC

Lisbon Mini Maker Faire – Dia 2

No dia seguinte foi levantar cedo e rumar novamente ao Pavilhão do Conhecimento para preparar as bancadas antes da abertura ao público. Depois de ter as bancadas prontas aproveitei ainda para ligar o último driver da TheMaker3 e finalmente ficou com os três eixos operacionais e pronta para fazer algumas demonstrações 🙂 . Pensei que ainda iria conseguir programar a placa de controlo dos motores do MiRo mas já não deu… o número de visitantes começou a aumentar e não houve tempo para mais nada a não ser fazer as demonstrações dos projectos e esclarecer as dúvidas que iam colocando. Bem que me tinham avisado que as Maker Faires eram assim quando visitei o SynShop, o hackerspace de Las Vegas.

Ao meio dia os membros do eLab Hackerspace Hugo Santos e João Duarte foram dar um workshop sobre desenho de circuitos e placas de circuito impresso com KiCAD 🙂

Workshop de KiCAD por parte do eLab Hackerspace

Durante o dia acabei por concluir que o facto de ter levado o HacKeyboard desmontado até acabou por ser um ponto positivo, uma vez que assim os visitantes puderam ver “as entranhas” do mesmo.

HacKeyboard

O feedback dos visitantes foi bastante positivo e foi bastante interessante ouvir as sugestões que iam fazendo. Dos quatro projectos que levei o que fez mais sucesso foi, sem dúvida, o projecto dos robôs Infante, que não tiveram descanso durante toda a Lisbon Mini Maker Faire. Os visitantes mais novos aglomeravam-se à roda da bancada curiosos por experimentar a programar os robôs e por vezes eram mesmo os pais que acabavam por ficar a brincar com os mesmos 🙂 .

Robôs Infante

Quando dei por mim tinha chegado o final do dia e nem tinha tido tempo para ir ver os outros projectos na Maker Faire. No dia seguinte tinha de tirar pelo menos uns 20 minutos para ir ver os outros projectos em exposição 🙂 .

Lisbon Mini Maker Faire – Dia 3

No terceiro dia, foi mais do mesmo: demonstrações e explicações aos visitantes 🙂 . No entanto, lá consegui tirar um tempo para ir ver os outros excelentes projectos que estavam a ser expostos na Lisbon Mini Maker Faire. Infelizmente não consegui ver todos ao pormenor como gostaria, mas pelo menos tirei fotografias a quase todos para poder ver em casa com mais atenção 🙂 Depois da visita aos outros projectos, voltei para as bancas dos projectos e lá fiquei até à altura de arrumar tudo. A meio da tarde o número de visitantes começou a diminuir e finalmente chegou a sessão de encerramento e entrega de prémios. Depois foi o puzzle de meter tudo outra vez nos carros, jantar e rumar novamente ao Algarve.

Robô MiRo

Hack’Aveiro

Durante a Maker Faire tive o prazer de conhecer e conversar com alguns dos membros do recém-criado grupo Hack’Aveiro, todos Makers impecáveis, bastante activos e que sem qualquer dúvida  têm todo o espírito e motivação para disseminar a cultura Maker no norte do país e concretizar grandes projectos. Se estão a ler isto e vivem na zona de Aveiro entrem em contacto com eles 😉 Têm reuniões semanais e costumam estar bastante activos na comunidade Hack’Aveiro – Makers, Hackers e Artistas em Aveiro no G+. Juntem-se a eles, participem, contribuam, partilhem, etc. 🙂 . De certeza que no futuro iremos ver grandes projectos made in Hack’Aveiro 🙂

HackAveiro

Tesla Coil

Tesla Coil

A Tesla Coil do João Duarte, co-fundador do eLab Hackerspace, foi, sem qualquer sombra de dúvidas, um dos projectos que marcou a Lisbon Mini Maker Faire! Cada vez que a Tesla Coil era ligada todas as cabeças se viravam na direcção da mesma. Tanto os visitantes como os outros Makers ficaram fascinados com o efeito visual das descargas eléctricas de alta tensão. Quando se ligava a Tesla Coil, parte da Maker Faire parava… e nessa parte da Maker Faire incluía-se a BeagleBone Black da minha CNC TheMaker3, que simplesmente bloqueava devido ao ruído na alimentação provocado pela Tesla Coil, mesmo estando a uma considerável distância da mesma 🙂 Outra vertente da demonstração que fascinou os visitantes foi o facto de se acenderem lâmpadas incandescentes quando eram colocadas na proximidade da Tesla Coil.

Tesla Coil

 O jornalista do programa Futuro Hoje da SIC, Lourenço Medeiros,  fez questão de incluir a Tesla Coil na sua reportagem e de experimentar as descargas de alta tensão da mesma… no sentido literal! Enquanto falava para a câmara distraiu-se e aproximou demais a lâmpada da Tesla Coil enquanto segurava no terminal metálico oposto. Se repararem no vídeo abaixo aos 07:52 há um pequeno “flectir de joelhos” no momento do choque 🙂

Para quem que está curioso acerca de toda a teoria, cálculos e construção da Tesla Coil, podem ver esta excelente publicação que o João fez no seu blog pessoal, em que tudo está documentado de uma forma bastante extensiva e clara. Documentação pormenorizada e de qualidade é uma das imagens de marca dos João nos projectos que executa.

Outros projectos interessantes

Apesar de todos os projectos presentes na Maker Faire serem bastante interessantes, irei apenas enumerar alguns de que gostei particularmente:

– Impressora 3D de grandes dimensões YARR, feita pelo Maurício Martins, fundador da Leds and Chips – podia imprimir peças gigantes. As que tinham lá para demonstração tinham muito bom aspecto e pareciam ser muito robustas.

Yet Another RepRap

– Robô Zeca – um trabalho pormenorizado de robótica simplesmente espetacular.

Zeca Robot

– MFF (MultiFunction Fabricator) – um conceito bastante interessante para fabricação compacta.

MultiFunction Fabricator

– Full Metal Racer – um jogo extramente divertido em que se podia controlar um pequeno veículo utilizando FPV (First Person View).

Full Metal Racer

– DiffTryke – uma tryke diferencial também muito “fixe”. Só tenho pena de não ter tido tempo de a experimentar :\

DiffTrike

– Voind Robot – um robô para controlar equipamento analógico remotamente

Voind Robot

Prémios

A Lisbon Mini Maker Faire terminou com uma sessão de entrega de prémios, oferecidos pela Inmotion.pt. Vários projectos foram premiados e um deles foi a Tesla Coil do João Duarte (Parabéns João!). Inesperadamente, fui também chamado a receber um prémio por me ter destacado na organização e ter sido responsável pela presença de diversos projectos na Lisbon Mini Maker Faire. Um grande “Muito Obrigado” pela consideração a quem achou que era merecedor de tal distinção 🙂 Foi com grande prazer que fiz parte da equipa de curadores e só tenho pena de não ter podido fazer ainda mais 🙂 Como prémio recebi um conjunto de Arduinos (Uno, Due, Yun) oferecido pela Inmotion.pt (Obrigado Filipe!) que certamente virão a ter uso em futuros projectos e um cartão de Amigo da ciência, do Pavilhão do Conhecimento 🙂 .

Prémio na Lisbon Mini Maker Faire

Balanço Final

A Lisbon Mini Maker Faire foi um enorme sucesso, que de “Mini” não teve nada. Como referido por diversas pessoas, a única coisa relacionada com o evento que falhou foi mesmo o “Mini” no nome 🙂 Temos um país com muitos Makers com excelentes capacidades técnicas e criativas e a prova disso foi a existência de mais de 100 projectos na primeira edição do evento em Portugal. O público também se mostrou muito interessado, tendo sido contabilizadas mais de 12000 entradas na Lisbon Mini Maker Faire. Como balanço final vou agora enumerar alguns pontos que me deram um prazer especial e fazer uns últimos agradecimentos:
  • Foi um prazer conhecer e conversar com bastantes Makers portugueses que já conhecia online e passei a conhecer offline. Só tenho pena que as circunstâncias do evento não tenham permitido conversas mais alongadas, mas sem dúvida haverão outras oportunidades 🙂
  • Muitos Parabéns e Muito Obrigado a toda a organização da Lisbon Mini Maker Faire (equipas da SAPO, Pavilhão do Conhecimento e curadores) que fez um trabalho fenomenal. Tudo esteve perfeito, muito bem organizado!
  • Obrigado a todos os membros do eLab Hackerspace que têm contribuído para a evolução da comunidade Maker no Algarve e que nos permitiram ter a forte presença que tivemos na Lisbon Mini Maker Faire. Era sempre engraçado quando se viam alguns visitantes espantados ao ver tanta gente com a t-shirt preta a dizer “eLab Hackerspace – Faro” 🙂 Espero que para o ano sejamos ainda mais e com mais e melhores projectos. Diz-se muitas vezes que a imaginação é o limite, mas quando se trabalha com pessoas como vocês o único limite é mesmo o tempo disponível, uma vez que imaginação e capacidade para executar novos projectos nunca faltam 🙂 . Parabéns a todos pelos projectos que levaram à Lisbon Mini Maker Faire e pelo trabalho que têm vindo a fazer no eLab Hackerspace que não passa cá para fora 🙂 ;Equipa do eLab Hackerspace
  • Obrigado a todos os patrocinadores do evento por apoiarem a realização da Lisbon Mini Maker Faire.
  • Parabéns a todos os Makers que estiveram presentes na Lisbon Mini Maker Faire pela execução dos projectos e vontade de partilha de conhecimento. A Lisbon Mini Maker Faire não seria o mesmo sem as vossas presenças;
  • Um grande “Obrigado” ao Celso Martinho por ter impulsionado a realização da Lisbon Mini Maker Faire e ter tornado o sonho de muitos uma realidade e por me ter dado a oportunidade de fazer parte da equipa de curadores da Lisbon Mini Maker Faire.
See you all next year!

Até para o ano! 🙂

Venha a próxima! 🙂

Todas as fotos que não têm o logótipo do blog The Bit Bang Theory foram “roubadas” do repositório de fotos da Lisbon Mini Maker Faire e foram tiradas por João Nogueira, Pavilhão do Conhecimento ou pela SAPO.

Cliquem aqui para continuar a ler Lisbon Mini Maker Faire – parte III (galeria de fotos e vídeos)


Achou esta publicação útil? Deseja contribuir para outros projectos envolvendo ciências computacionais, electrónica, robótica ou mecatrónica que serão publicados neste blog? Se sim, pode fazer uma doação utilizando o botão do Paypal abaixo. Obrigado! 🙂

Donate