Experiências com moldes a vácuo

Olá! Este post é acerca de uma maneira muito simples de fazer peças de plástico para os vossos projectos. Já ouviram falar de moldes a vácuo? É um método para fazer moldes de plástico de uma peça usando calor e a sucção de um aspirador. Podem facilmente replicar o que vos vou mostrar. Apenas precisam de uns bocados de madeira para fazer uma caixa como a que vão ver nas imagens, um aspirador, uma pistola de ar quente ou um forno e alguns pratos descartáveis.
 
experiências com moldes a vácuo com prato de plástico

Não necessitam necessariamente de fazer uma caixa exactamente igual à minha mas vou descrever o processo para a fazer:
 
  1. Cortar as peças de cima, baixo e lados de acordo com os tamanhos pretendidos;
  2. Desenhar uma grelha na placa de cima e fazer um pequeno furo em todas as intersecções da grelha;
  3. Fazer um furo do mesmo diâmetro do tubo do aspirador numa das placas laterais;
  4. Aparafusar tudo;
  5. Pegar na pistola de cola quente e preencher quaisquer buracos que não sejam o da placa de cima ou o do tubo do aspirador de modo a que não haja circulação de ar excepto pelos buracos referidos.
Assim que a caixa estiver pronta, é altura de começar a experimentar 🙂 Coloquem a peça da qual desejam fazer o molde em cima da caixa e cubram os buracos à volta com algumas folhas de papel. Não os tapem todos! Deixem alguns junto à peça. De seguida insiram o tubo do aspirador no buraco lateral da caixa. Finalmente agarrem num prato de plástico descartável com um alicate e liguem a vossa pistola de ar quente ou forno. Comecem a aquecer o prato devagar e tão uniformemente quanto possível. Assim que virem que o plástico está quase a começar a derreter, coloquem-no em cima da peça e liguem o aspirador! A sucção irá remover todo o ar que se encontre entre o plástico quente e a peça da qual desejam fazer o molde e o plástico irá esticar e envolver a peça, assumindo a sua forma. Continuem a aquecer a uma distância segura até que o molde esteja como desejam. Tenham cuidado para não sobreaquecê-lo. Se o fizerem podem provocar a abertura de buracos no molde. Se acharem que o molde está fino demais, então peguem noutro prato de plástico e repitam o processo sobre o anterior de modo a que fiquem agarrados um ao outro.
 
vacuum_molding_draw_grid.jpgvacuum_molding_drill grid_and_bottom.jpgvacuum_molding_box_parts.jpgvacuum_molding_assembling_box.jpgvacuum_molding_assembling_box_2.jpgvacuum_molding_bottom_screws.jpgvacuum_molding_top_screws.jpgvacuum_molding_box.jpgvacuum_molding_complete.jpgvacuum_molding_box_tube.jpgvacuum_molding_rubber_feet.jpgvacuum_molding_test.jpgvacuum_molding_frame_2.jpgvacuum_molding_frame_3.jpgvacuum_molding_frame_build.jpgvacuum_molding_hole.jpgvacuum_molding_frame.jpg
Usando este método irá funcionar para algumas peças pequenas e de baixo perfil. Porém, se precisarem de melhor qualidade e partes maiores irão precisar de folhas de plástico próprias para fazer moldes a vácuo e de uma moldura para segurá-las uniformemente e depois pressionar a mesma contra a caixa de sucção. Se procurarem por “vacuum forming” no youtube ficarão surpreendidos com o que pode ser feito com esta técnica e alguns plásticos de qualidade
 
Ah! E um grande AVISO… se usarem um forno para aquecer o plástico, certifiquem-se de que nunca mais irão cozinhar nada no mesmo! Presumo que não seja nada saudável fazer comida com partículas de plástico que sejm libertadas durante o aquecimento 😛
 
Espero que tenham gostado e consigam fazer os vossos próprios moldes em casa! 🙂 Se tentarem, gostaria de ver o que conseguiram fazer 🙂
 
Até à próxima! 🙂

Achou esta publicação útil? Deseja contribuir para outros projectos envolvendo ciências computacionais, electrónica, robótica ou mecatrónica que serão publicados neste blog? Se sim, pode fazer uma doação utilizando o botão do Paypal abaixo. Obrigado! 🙂
 

Donate



  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • LinkedIn
  • Reddit
  • Delicious
  • StumbleUpon
  • Digg
  • RSS
  • Email
  • Print